• nathaliepoppy

Novidade do Instagram: Reels

O Reels é nada menos que a nova função do Instagram que oferece ferramentas para criação de vídeos curtos e criativos. Disponível no aplicativo para Android e iPhone (IOS), ele chegou para abalar a rede social, oferecer um maior crescimento para os influencers, e, é claro, disputar o terreno contra o aplicativo chinês, TikTok, que é o seu mais novo arqui-inimigo.


Como usar?


Caso a sua conta já tenha recebido a nova atualização, utilizar essa ferramenta pode ser mais simples do que parece, basta entrar no Instagram, clicar na câmera dos Stories e selecionar a opção Reels no rodapé da tela. Os Reels podem ser gravados tanto em uma série de trechos quanto por meio do upload de vídeos da sua galeria. E a partir do momento que você iniciar a gravação, aparecerá um indicador de progresso na parte superior da sua tela.



Para inserir áudios no seu vídeo, basta pesquisar uma música na biblioteca do Instagram. Além disso, é possível gravar com o seu próprio áudio e, se você tiver uma conta pública, outros usuários poderão criar novas versões do seu Reel com o áudio original pela opção “Usar áudio”.



Para melhorar, o Reel apresenta a alternativa de adicionar efeitos de realidade aumentada, que estão fazendo muito sucesso desde o começo do ano e podem ser encontrados na biblioteca de filtros do Instagram. Nele, também é possível utilizar temporizador e contagem regressiva na gravação, super importante de você quiser gravar “com as mãos livres” e escolher a duração do trecho.



O novo recurso dispõe da opção “Velocidade” e “Alinhar”, no qual você pode acelerar o áudio ou vídeo e criar transições entre os trechos, como trocas de roupas e adição de amigos ao seu Reel. É importante lembrar, que todas essas ferramentas citadas, estão localizadas no lado esquerdo da tela de gravação, então basta libertar a sua criatividade e arriscar!



Quando o seu Reel estiver do jeitinho que você gosta, selecione o botão “Compartilhar”. A partir desse momento, você poderá alterar a imagem de capa, adicionar legenda, hashtags, marcar amigos e, se quiser gravar parte do seu vídeo em outro momento, salvar um rascunho. Ao ser compartilhado, ele ficará na guia “Reels” do seu perfil, para que todos possam ver a sua arte. Vale ressaltar, que todas as contas podem compartilhar reels nos stories, feed, nas mensagens via direct, mas na aba “Explorar” é apenas para contar públicas.



Origem


Reels significa bobinas ou carretéis em inglês, e é uma evolução do Cenas, função que esteve em teste no Brasil durante um período. No entanto, nesse novo recurso é possível gravar clipes mais elaborados, com dublagens de músicas, sequências com desafios e efeitos diversos, como surgir com roupas diferentes.


Os vídeos vão até 15 segundos de duração, o que difere do TikTok que pode variar de 15 a 60 segundos, e podem ser compostos por diferentes clipes. Mas o que mais chama atenção nessa nova ferramenta, é a possibilidade de publicar os vídeos nos Stories, feed, compartilhá-los só com os friends mais próximos por meio do direct ou, se você tiver uma conta pública, publicá-los diretamente na aba “Explorar”, onde os usuários podem encontrar novos interesses com a ajuda de um algoritmo própria da rede. Além disso, as publicações ficam salvas automaticamente no perfil do usuário, que pode excluí-los a qualquer momento.


Treta: TikTok X Instagram


Criado em 2016, o TikTok tem sido um grande problema para Mark Zuckerberg. Afinal, segundo a companhia de análise Sensor Tower, o aplicativo da Bytedance foi um dos poucos a furar o bloqueio do Facebook na lista de programas mais baixados. De forma que, no primeiro trimestre de 2020, o TikTok acumulou mais de 315 milhões de instalações na Apple Store e no Google Play, gerando o maior número de downloads em comparação com qualquer aplicativo em um trimestre na história. Além disso, de acordo com estudo da Infobase Interativa, a rede social é a quarta maior do mundo em número de usuários, com 1,5 bilhões de usuários mensais, sendo 500 milhões apenas em seu país de origem.


Por trazer vídeos ágeis, coreografias e desafios um pouco peculiares, o aplicativo conquistou o coração da geração Z, jovens de 16 a 24 anos, e se tornou uma das melhores formas de se entreter nessa quarentena. O sucesso foi tanto, que, atualmente, é no TikTok que nascem memes e ideias que se espalham pela internet.


Mas como sabemos, o Marquinho não é de deixar barato. Muitos de vocês devem se lembrar do Snapchat, um aplicativo de fotos, que tinha como uma das suas principais características as postagens com prazo de validade e efeitos de realidade aumentada, mas que perdeu a popularidade no Brasil depois das atualizações do Instagram.


Ao utilizar ferramentas parecidas com as que tornaram o TikTok tão popular, o Reels é uma forma da empresa enfrentar a ameaça do concorrente. Segundo Vishal Shan, chefe de produto do Instagram, os vídeos curtos tem sido uma tendência no app, de modo que, em maio deste ano, 45% dos vídeos publicados pelos usuários na linha do tempo tinham menos de 15 segundos. Além disso, de acordo com Shan, “O Reels pode adicionar complexidade, mas, na verdade, deixa as coisas mais simples, saindo do Stories e ganhando um espaço próprio”.


O que pode ser uma vantagem para os influenciadores, uma vez que, fora do feed, era difícil que um criador de conteúdo pudesse ser descoberto, conta Shan. “Acreditamos que, com o Reels, podemos criar a nova geração de criadores de conteúdo”, acrescenta o executivo.


100 visualizações

Fale com a gente!

(11) 2157 4561

Rua Canhoneira Mearim, 91

Vila Maria, São Paulo - SP

  • Branca ícone do YouTube
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Poppy Digital | São Paulo - SP ​© 2019

Icone-Whatsapp.gif